Com exclusividade o Vereador Gilberto Natalini – reeleito pela quarta vez na qualidade de Vereador na Câmara Municipal de São Paulo – falou para a Redação do Portal do Sindilex. Atualmente ocupa a Presidência da Comissão da Verdade no órgão legislativo e lidera um importante trabalho de resgate da história não revelada ocorrida na capital paulistana durante o período dos Governos militares. O objetivo é restaurar fatos ocorridos, apurar identificação de desaparecidos e responsabilidades.

Abaixo o Vereador responde questionamentos realizados pela equipe do Sindilex.

Redação: Boa parte dos brasileiros tem pressa de andar para a frente e construir um país mais próspero e com mais qualidade de vida. O resgate do passado é fundamental ?

Vereador Gilberto Natalini: O resgate que as várias Comissões da Verdade vêm proporcionando ao Brasil é o de fazer as pazes com o seu passado, para que fatos lamentáveis não tornem a se repetir. Para que possamos virar a página e trilhar o caminho de um futuro generoso e democrático.

8

Redação: A história como foi vivida nem sempre pode deixar obras concretas como pontes ou edifícios. Porém, ao deixar valores ela ajuda a construir a sociedade ?

Vereador Gilberto Natalini: Sem dúvida, valores éticos como o respeito à diversidade de opinião e ao dinheiro público são imprescindíveis para a construção de uma sociedade moderna e mais igualitária.

Redação: Especialmente na cidade de São Paulo, onde muitas ações da repressão ocorreram durante o Governo Militar, existem muitas situações e verdades a serem reconhecidas ?

Vereador Gilberto Natalini: Sim. E é por isso que as Comissões da Verdade ajudam a oxigenar a sociedade e a forjar um país melhor.

Redação: São Paulo tem orgulho de sua pujança econômica. Porém muitas vezes empresários veem a efervescência política como um incômodo a atrapalhar o mercado. Na época, parte da relação do empresariado com o Governo militar foi ocultada ?

Vereador Gilberto Natalini: A ditadura militar sufocou direitos e liberdades, como a de imprensa. O Brasil viveu longo período de silêncio. Faz parte do trabalho das Comissões da Verdade revelar o jogo nefasto de parte do empresariado, que financiou ações de repressão militar no país.

Redação: Quais são suas expectativas sobre a ação da Comissão da Verdade na Câmara ?

Vereador Gilberto Natalini: As nossas expectativas são as melhores possíveis. Acreditamos que ajudaremos a esclarecer fatos que envergonham o Brasil, para que não mais voltem a acontecer.

Redação: São Paulo é progressista economicamente. Para alguns, é conservadora politicamente. Isso afeta discutir pouco seus valores e seu modelo de cidadania ?

Vereador Gilberto Natalini: As manifestações de rua que sacudiram o país nos últimos tempos questionam nosso conservadorismo político. Não cabe mais essa distância entre o mundo dos políticos e o da sociedade em geral. Sobretudo, os brasileiros clamam por transparência nas atividades públicas e punição para valer aos corruptos.

Redação: O papel da grande mídia paulista durante o regime militar ainda está para ser revisto ?

Vereador Gilberto Natalini: Não há dúvida de que veículos de comunicação não só abaixaram a cabeça para os desmandos da ditadura, como se colocaram ao lado daqueles que usurparam o poder, acabando com a ordem democrática e o Estado de Direito, e torturaram e mataram pessoas que defendiam as liberdades e uma sociedade mais igualitária. Outros veículos de comunicação, ao contrário, resistiram e não abriram mão dos legítimos interesses do povo brasileiro. Sem dúvida é necessário separar o joio do trigo.

Redação: Sabemos que o senhor foi vítima de tortura pelo regime militar.A população já sabe o suficiente sobre torturas, mortes e desaparecimentos ? Ou saber mais pode educar e prevenir ?

Vereador Gilberto Natalini: Cabe às Comissões da Verdade jogarem luz no que aconteceu, para educar e prevenir que regimes ditatoriais voltem a dar as cartas no Brasil e em outros países. Felizmente, temos uma democracia consolidada e somos um país com ampla liberdade. Precisamos caminhar agora, urgentemente, para uma sociedade mais igualitária, reduzindo a distância entre ricos e pobres. Esse é o nosso grande desafio. Não poderemos vencê-lo sem combater a corrupção política.

Redação: Recentes manifestações de rua trouxeram para o cenário público agitações que no Brasil só ocorreram em épocas de crises e confrontos. É sinal de maturidade da cidadania ?

Vereador Gilberto Natalini: Sem dúvida. A liberdade de expressão e de manifestação não só são sinal de maturidade da cidadania como ajudam a aumentar ainda mais a consciência do povo, que não pode e não ficará de braços cruzados frente à corrupção e ao desmando de boa parte dos políticos. Temos tudo para viver um círculo virtuoso.

Redação: Considerando o momento político com forte pressão sobre as prioridades dos gastos públicos, o papel dos Tribunais de Contas pode ser relevante ? Faz parte do pedido de transparência da sociedade ?

Vereador Gilberto Natalini: Cabe aos Tribunais de Conta fiscalizar com rigor a aplicação dos dinheiros públicos e, com transparência, levar as informações de forma acessível, para que a população em geral possa acompanhar os trabalhos de fiscalização dos recursos do povo e, ao mesmo tempo, ter informações e conhecimentos sobre os bons e os maus políticos.