O Sindicato dos Servidores da Câmara Municipal e do Tribunal de Contas do Município de São Paulo – SINDILEX repudia reportagem veiculada pelo SPTV 1ª edição nesta terça-feira, 02 de abril, sobre o ambulatório médico da Câmara Municipal de São Paulo, pelo fato de exibir servidores sem lhes conceder o proporcional direito de resposta.

Cumpre salientar que o uso do ambulatório não é decisão dos servidores e sim da Mesa Diretora da Câmara Municipal de São Paulo, que deve ajustar de forma adequada e pública seu uso.

A liberdade de imprensa, sobretudo com cunho investigatório representa um pilar do Estado Democrático de Direito. Contudo, deve-se respeitar o servidor concedendo tempo e formato equânimes de manifestação. Desta forma, o Sindicato se coloca ao lado dos servidores em contraposição à exposição pública efetivada.

Deixar um comentário.

Seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode usar estas tags HTML e atributos : <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

limparEnviar